Em 2019, Bolsa de Valores subiu em Reais, mas caiu quando em Dólares - De Olho na Libertas

Últimas

Home Top Ad

Estamos sempre De Olho na Libertas

Post Top Ad

O preço de uma aposentadoria tranquila...

quarta-feira, 18 de março de 2020

Em 2019, Bolsa de Valores subiu em Reais, mas caiu quando em Dólares


A Bolsa de Valores de São Paulo (B3) teve um crescimento de 32% (Ibovespa) em 2019 quando medida em reais, entretanto, quando analisamos os preços dolarizados, o índice teve uma ligeira queda naquele ano. Os investidores internacionais representam de 44% a 50%, portanto é muito importante saber que, para eles, outras bolsas do mundo podem ser mais atraentes.

Explicando melhor: Quando se dá preço aos ativos vendidos em bolsa, pode-se medi-los na moeda local (no caso do Brasil, o Real) e em Dólar, para um melhor comparativo internacional.
Lembrando que estamos falando de 2019, antes do crash do dia 9 de março (coronavírus, petróleo e incertezas internas), quando o Ibovespa dolarizado e em Real caiu ainda mais.

Recorde histórico de alta é de 2008

No primeiro pregão de janeiro de 2019, o Ibovespa registrava 26.632 pontos em dólar. No último pregão de dezembro de 2019, eram 26.536. Portanto, o Ibovespa dolarizado teve queda de 0,96 ponto.

Em reais, a Bolsa atingiu 115.645 pontos. Antes, em 26 de dezembro, o Ibovespa atingiu seu recorde nominal histórico de 117.203. Nominal, já que descontada a inflação, o índice fica longe dos 136.000 pontos corrigidos de maio de 2008, antes da crise do subprime norte-americano.



Ibovespa 2002-2020
Coronavírus, fuga de dólares e incertezas internas

As bolsas de valores de todo o mundo foram afetadas recentemente pelo coronavírus (Covid-19), queda do preço do petróleo e a consequente redução da atividade econômica na China, mas o mercado internacional já apresentava indícios de uma crise sistêmica. A taxa de juros real (juros nominais menos inflação) tem sido reduzida em todo o mundo para fazer frente à baixa atividade econômica. Não é um movimento isolado do Brasil. O Brasil é o 8º no ranking dos maiores juros reais do mundo. A média mundial está em -0,39% (negativo).

A inflação em fevereiro ficou em 0,25% e 4,01% nos últimos 12 vezes. É o menor valor para fevereiro desde 2000. Antes de significar um controle forte da inflação, o índice denuncia que a atividade econômica está estagnada. Este índice abre espaço para um novo corte na taxa nominal de juros.

A Bolsa de Valores de São Paulo foi afetada por este cenário internacional, mas a fuga de dólares (US$ 44 bilhões em 2019) e as incertezas internas também influenciaram, tanto que o PIB (Produto Interno Bruto) divulgado em março foi de apenas 1,1%. Importante observar que, embora o índice Ibovespa estivesse crescendo 32% em Reais em 2019, a Bolsa brasileira está bem atrás de outras bolsas quando medida em Dólares (7% de crescimento).

Ibovespa 1963-2020


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom ads

...é a eterna vigilância